Terça-feira 14 de Junho de 2016 ás 06:03 - Oito em cada dez pessoas escutam rádio pela internet pelo menos uma vez por semana. Esse dado faz parte de uma pesquisa sobre o mercado e o consumo de rádio tradicional, rádio pela internet e áudio digital realizado pela Audio.ad no Brasil, México, Colômbia, Chile, Argentina e Peru. Dos cinco mil entrevistados, 94% escutam áudio digital, seja rádio online, serviços de streaming ou outras mídias online. Além disso, 46% dos entrevistados consome áudio digital quando navegam ou quando estão trabalhando. Com relação à visualização, 46% dos que escutam rádio na internet compartilham conteúdos e interagem em redes sociais enquanto estão escutando. E os PCs ainda são o meio através do qual a maioria (52%) consome o conteúdo. Os smartphones são a opção de 45% e os tablets para 19%. Um ouvinte padrão escuta, pelo menos, 10 horas de áudio digital por semana. A faixa etária de 35 a 44 representa 49% dos entrevistados, enquanto 33% têm idade entre 18 e 34 anos e 18% com mais de 45 anos. Entre os conteúdos mais consumidos estão música (65%), notícias (33%) e esportes (20%). A rádio é considerada uma parte importante de suas vidas para 97% dos entrevistados. Enquanto isso, 50% esperam escutar mais rádio durante 2016. Os serviços de streaming mais populares entre os entrevistados são Spotify, representando 32% das opiniões, Soundcloud (24%) e Deezer (22%). De acordo com a pesquisa, seis em cada dez entrevistados consome áudio através de serviços de streaming de música. A influência que o rádio exerce na vida dos consumidores também foi

analisada. Com isso, 63% compram dois e cinco produtos divulgados pelo rádio por ano. Para 55%, pelo menos um produto anunciado pelo rádio no último ano foi comprado. E por falar em compra, os eletrônicos (51%) são os produtos/serviços de maior interesse para o consumidor de áudio digital. Na sequência estão moda e acessórios (39%), eletrodomésticos (35%), entradas para eventos (33%) e passagens (31%). A publicidade na rádio pela internet, por sua vez, não é considerada excessiva para 90% dos entrevistados.




Colaboração Anderson Cheni
Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

Problema com áudio?

Gostou?

Postagem relacionada


Deixe um comentário (Conta Facebook)